Setembro Verde: aumenta o número de captação de órgãos no HMTF


13 de setembro de 2019 - 11:57 | Imprimir

O Setembro Verde é uma campanha nacional que ganhou força em Teixeira de Freitas. O objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade e familiares de pacientes potenciais doadores – diagnosticados com morte encefálica, internados sob cuidados intensivos – conforme autorização consentida prevista em lei. Isso é fundamental, pois um das maiores dificuldades enfrentadas na captação de órgãos para transplante no Brasil é a negativa familiar. Falta de conhecimento sobre o tema, estado emocional, medo e até mesmo, questões culturais, são alguns dos motivos das pessoas não doarem.

A campanha motivou os funcionários do HMTF à levar para o desfile cívico o tema : “Doe órgãos, doe Vidas.“, que fez com que a população conhece o serviço realizado no HMTF.

Na Bahia, segundo dados do Sistema Estadual de Transplantes, apenas 30% das famílias entrevistadas dizem sim à doação. Porém, em Teixeira de Freitas, através do ponto de capação de órgãos instalado no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, o momento é de um mudança nesta realidade. A OPO – Organização de Procura de Órgãos -, teve um aumento na captação de órgãos. Em 2018 captou 30 órgãos e 20 córneas, e este ano, somente até o mês de setembro, foram captados 40 órgãos e 30 córneas. O que já coloca Teixeira de Freitas como a primeira cidade do interior da Bahia em número de captações, ficando atrás apenas de Vitória de Conquista e Salvador.

Segundo a enfermeira de referência da OPO, Paula Farias o setor realiza a sensibilização com as famílias de possíveis doadores o ano inteiro, intensificando ações durante o Setembro Verde. “Este ano levamos para o desfile de sete de setembro transplantados que já foram beneficiados pela doação de órgãos, conseguimos mostrar para a população que doando órgãos, você pode salvas vidas. Nesse processo de doação de órgãos, o principal fator é a humanização, o acolhimento.” Explicou a coordenadora.