Estudantes de escolas municipais participam de palestra com técnicos do Projeto Baleia Jubarte


22 de agosto de 2019 - 16:30 | Imprimir

Um dia de troca de conhecimento para estudantes das escolas municipais Paz e Bem e Vereador Genivaldo Bispo nesta quinta-feira (22). A agenda foi organizada pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, através do Núcleo Pedagógico de Apoio a Educação Ambiental.

A coordenadora do Núcleo Educação Ambiental do município, Rozana Gleid explicou como aconteceu o convite para a vinda dos profissionais do Projeto Baleia Jubarte, sediado em Caravelas-BA e reconhecida mundialmente. “Convidamos os técnicos do Projeto Baleia Jubarte, para realizar palestras nas escolas da rede municipal que apesar de uma agenda bastante comprometida, pelo fato de estar no período de visitação, toparam de imediato vim ao município falar para nossas crianças. Motivo de grande honra uma vez que está Instituição é reconhecida mundialmente pelo trabalho prestado na conservação de baleias”.

O biólogo do projeto Baleia Jubarte, Fabio Fontes e os estagiários Maylon Bruno Medeiros, a esquerda e Clara Nunes (vindo da PUC Rio para estagiar no projeto), a direita.

“Nosso objetivo aqui no NAPE de Educação Ambiental é proporcionar de forma dinâmica e diversificada, momentos como estes, onde a comunidade escolar é despertada para a necessidade de tornar o espaço em que vivemos mais sustentável, é claro que, somado ao que os professores já vêm tão bem realizando. O que não é uma tarefa fácil, pois se trata de mudança de hábito, mas se faz, a cada dia mais necessário e urgente, essa tomada de consciência coletiva”, concluiu a educadora.

O biólogo Fabio Fontes, que faz parte do projeto Baleia Jubarte em Caravelas, explicou sobre o trabalho que é realizado e da importância de trazer este tema para estudantes do município. “O projeto completa 30 anos de trabalho na conservação desta espécie na costa marítima do Brasil e de lá para cá vem crescendo com políticas públicas de conservação, do fomento ao turismo responsável, educação ambiental e aqui em Teixeira de Freitas viemos para trazer um pouco desse conhecimento e dessa vivência sobre a importância do trabalho para estas crianças e jovens”.