Temóteo Brito prestigia lançamento do Programa Escolas Culturais em Teixeira de Freitas

  Teixeira de Freitas - Bahia | 18 de novembro de 2017 - 12:21 |   Imprimir

Com emoção, apresentações de dança, capoeira e muito entusiasmo foi lançado o programa Escolas Culturais no Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) em Teixeira de Freitas. Acompanhando a comitiva do governador Rui Costa durante o lançamento, o prefeito do município, Temóteo Alves de Brito, fez questão de parabenizar a iniciativa do governador.

“Hoje está sendo um dia muito especial para Teixeira de Freitas, e esse povo daqui, nunca esquecerá esses presentes. Tenho certeza que este projeto será muito importante para o município, pois estes jovens que aqui estão são o futuro da nossa cidade, da Bahia e do Brasil”, afirmou o prefeito.

Para um auditório lotado de estudantes, o governador Rui Costa explicou que o objetivo do projeto é construir um espaço de cultura aberto para a sociedade.“Desde o dia em que eu assumi, decidi que em toda viagem eu visitaria uma escola, porque educação é prioridade e eu preciso, para tomar decisões, conhecer os lugares onde a educação acontece. E a educação acontece dentro da escola. Eu já visitei mais de 250 escolas nesses dois anos e dez meses e tive a oportunidade de aprender quantas coisas estavam sendo feitas, em relação à cultura. A maioria dos 417 municípios baianos não tem uma sala de cinema. Eu vi escolas onde os diretores transformaram os auditórios em uma sala de cinema aberta para a cidade. A partir daí, criamos esse conceito de escolas culturais, que estamos materializando inicialmente, em 85 escolas”, ressaltou o governador.

A iniciativa, desenvolvida através das Secretarias de Educação (SEC), de Cultura (Secult) e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e visa possibilitar a união da educação, arte e cidadania. “A identidade cultural, a raiz de cada canto, é o elemento com o qual a gente consegue se sintonizar com a população daquela região. É a escola rompendo os muros, fazendo justiça social, permitindo que a gente possa trabalhar com toda a forma de cultura. É um trabalho que a gente está fazendo em toda o Estado”, falou em um discurso emocionado o secretário de educação da Bahia, Walter Pinheiro.

ACESSO RÁPIDO
FACEBOOK