Outubro Rosa

Nota da Secretaria Municipal de Saúde sobre a situação do município com relação a casos de Febre Amarela

  Teixeira de Freitas - Bahia | 17 de janeiro de 2017 - 17:10 |   Imprimir

A Secretaria Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas, através da direção da Vigilância Epidemiológica, emite nota sobre a atual situação do município com relação a casos de Febre Amarela.

Não há casos confirmados de Febre Amarela, até o momento, em Teixeira de Freitas. Existe um estado de alerta por conta dos casos que foram confirmados em Minas Gerais, em cidade da região do Vale do Mucuri, que fica a aproximadamente 200 km de Teixeira de Freitas.
Por conta da proximidade geográfica com a região de Minas Gerais, onde os casos de Febre Amarela foram confirmados, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) enviou nota informativa a Secretaria Municipal de Teixeira de Freiras. O objetivo é intensificar a prevenção, combatendo o mosquito e esclarecendo o calendário de vacinação contra a doença.

 

A doença

Transmissão da Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa transmitida por meio da picada de mosquitos infectados, podendo afetar humanos e animais, como primatas. Há duas formas distintas: silvestre e urbana, sendo a última a mais grave em aspectos clínicos e de disseminação.
Os principais sintomas são febre, calafrios, dor de cabeça, dores no corpo, fadiga, náuseas e vômitos. As manifestações clínicas incluem insuficiência hepática e renal, podendo evoluir para óbito.

 

Imunização

A imunização é a principal forma de evitar a infecção pela doença, o ideal é que pessoas tomam as duas doses da vacina para ficarem totalmente imunizadas. Pessoas ainda não vacinadas, ou que receberam apenas uma dose há mais de dez anos, devem procurar um posto de saúde levando o cartão de vacina para maior orientação.
A vacina também é indicada para toda a população a partir dos nove meses de idade, com a administração de dose de reforço aos quatro anos.
A aplicação deverá ser avaliada por médicos para pessoas com 60 anos ou mais, mulheres que estejam amamentando, pacientes com imunodeficiência. A vacina é contraindicada para gestantes.
“A vacina contra a febre amarela tem eficácia superior a 95% e os anticorpos protetores aparecem entre o 7º e o 10º dia após a aplicação da dose, daí a importância de ser imunizado com antecedência”, explica a diretora da vigilância Epidemiológica de Teixeira de Freitas, Rogéria Silva Lopes.

 

Balanço
Em 2016, Teixeira de Freitas teve 84,5% de crianças menores de 1 anos vacinadas.

ASCOM PMTF

ACESSO RÁPIDO
FACEBOOK